• Atom Jr

Polímeros: entenda o que são e como são classificados

Sendo originado através da junção de duas palavras gregas, poli (muitas) e meros (partes), os polímeros tratam-se de macromoléculas formadas por unidades menores denominadas monômeros.

Presente nas embalagens, utensílios domésticos, brinquedos, automóveis, eletrodomésticos, poliéster das roupas e em uma infinidade de objetos, os polímeros podem ser classificados em dois grupos principais, polímeros naturais e polímeros sintéticos:

  • POLÍMEROS NATURAIS: São obtidos através de organismos animais e vegetais, como por exemplo a borracha, obtida pela extração de látex da seringueira, polissacarídeos como a celulose encontrada no algodão, amido que é encontrado nas raízes de diversos vegetais, lã de carneiro, seda do bicho da seda, proteínas etc.

  • POLÍMEROS SINTÉTICOS: Com a necessidade de imitar os polímeros naturais, surgiram os polímeros sintéticos que são produzidos artificialmente pelo processo de síntese. Popularmente conhecidos como plásticos, os polímeros sintéticos possibilitaram a fabricação de inúmeros objetos presentes no nosso dia-a-dia, como sacolas plásticas, canos de PVC, panelas teflon entre outros.

Quais as Propriedades dos Polímeros?

Vale ressaltar, que os polímeros possuem propriedades distintas da de seus constituintes, os monômeros.

Apresentam baixo custo de produção, são resistentes à corrosão e ruptura, possuem baixa densidade e alta resistência elétrica, quanto a resistência à temperatura, tudo depende de sua estrutura e processo de preparação.

Por outro lado, é importante salientar a importância de descartar corretamente materiais poliméricos, uma vez que eles demoram muito tempo para se degradarem na natureza.

Plásticos tradicionais levam até 200 anos para se decompor.


Como se Classificam os Polímeros quanto à seu Processo de Preparação e à sua Estrutura?


Quanto à seu processo de preparação, os polímeros podem ser classificados nos seguintes grupos:

  • POLÍMEROS DE ADIÇÃO OU CADEIA: São resultado da reação de adição de um grande número de monômeros idênticos, onde se destacam o polietileno, poliestireno, poli acetato entre outros. Esses polímeros são aplicados em embalagens de bebidas como refrigerante e água mineral, frascos de produtos de limpeza, peças e máquinas de automóveis e outros objetos.

  • COPOLÍMEROS: Polímeros formados pela adição de dois ou mais monômeros diferentes. Buna-S, Buna-N e o ABS são os polímeros utilizados normalmente em borrachas de pneus.

  • POLÍMEROS DE CONDENSAÇÃO OU ELIMINAÇÃO: A partir da reação de condensação entre moléculas iguais ou diferentes com a retirada uma de pequena massa molecular, ocorre a formação desses polímeros. Destacando-se os baquelites, silicones, náilon e outros.

  • POLÍMEROS DE REARRANJO: Se formam a partir do rearranjo na estrutura dos monômeros. Destacando o poliuretano, polímero aplicado em esquadrias, estofamento de automóveis, chapas etc.

Quanto à sua estrutura, os polímeros são classificados da seguinte maneira:

  • POLÍMEROS TERMOPLÁSTICOS: São polímeros que fundem ao serem aquecidos, porém tornam a se solidificar quando resfriados. Tal propriedade permite que os mesmos sejam reciclados diversas vezes. Brinquedos, tubos e conexões, instrumentos musicais, sapatos, acessórios e muitos outros objetos são confeccionados em termoplásticos.


  • POLÍMEROS TERMOFIXOS: São materiais que ao serem aquecidos sofrem degradação tornando-se infusíveis e insolúveis, como por exemplo o silicone. Os termofixos, são utilizados na fabricação de tanques e peças técnicas, peças automotivas, pneus, isolantes térmicos etc.


Plástico Verde


É importante salientar, que os polímeros são derivados do petróleo que, por sua vez, passa por vários processos até chegar no processo de polimerização e se tornar os diversos objetos plásticos que conhecemos e que estão presentes no nosso dia-a-dia. Porém, apesar desses objetos e utensílios plásticos serem indispensáveis, eles não se degradam com facilidade na natureza, o que é um enorme problema ambiental já que está diretamente ligado à poluição dos rios, lagos, mares, oceanos e solo, além de afetar a cadeia alimentar e, inclusive os seres humanos.


Com o descarte inadequado, os plásticos se fragmentam até virarem microplásticos que, ao chegarem na natureza, absorvem substâncias químicas tóxicas, afetam a composição dos mares, solos etc e, muitas vezes são consumidos por animais marinhos menores que são fonte de alimento para peixes maiores do qual nós seres humanos nos alimentamos, com isso, fica claro que toda a cadeia alimentar é prejudicada pelo descarte incorreto de plásticos.


Buscando diminuir os impactos ambientais causados pelos plásticos, a Braskem desenvolveu o plástico verde ou polietileno verde que é um plástico produzido a partir de uma fonte renovável, a cana-de-açúcar, sendo assim, ele pode ser reciclado e sua produção não contribui para o aquecimento global. Cabe destacar que suas propriedades, aplicações e sua multifuncionalidade são iguais às do polietileno comum que é de origem fóssil. Abaixo, confira um esquema explicativo:

Fonte: Braskem


Em virtude dos fatos mencionados, ficou claro que os polímeros são extremamente importantes para o desenvolvimento da sociedade e que ele possui uma vasta gama de opções com diferentes características, desse modo, é de suma importância compreender qual polímero melhor se adéqua à sua aplicabilidade.


Na Atom Jr, oferecemos o serviço de caracterização e análise de polímeros, analisando tração, elasticidade e resistência, visando escolher a melhor matéria-prima para seu produto, maior qualidade no produto final, diminuição de falhas no produto etc, o que está diretamente ligado com a redução do custo de produção e um lucro muito maior. Entre em contato com a gente para saber mais!
0 visualização

Atom Jr.

  • Ícone cinza LinkedIn
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon