• Atom Jr

Metais Pesados: Entenda o que são, seus riscos, e como são determinados

Toma-se conhecimento que os metais pesados são elementos químicos que podem ser definidos por sua alta capacidade de reagirem com outras substâncias químicas e também por não poderem ser modificados ou destruídos, portanto são definidos como bioacumulativos.

O descarte inadequado de pilhas é muito prejudicial


Na tabela periódica, os metais pesados estão situados entre o Cobre (Cu) e o Chumbo (Pb). Esses metais são utilizados pelas indústrias navais, indústrias de baterias e pilhas, siderúrgica, metalúrgica e até em alguns inseticidas que, por sua vez são utilizados de maneira irregular por muitos agricultores.

Cabe destacar, que por conta de suas propriedades, os metais pesados não são encontrados em sua forma pura na natureza, os mesmos são encontrados associados à pequenas quantidades de outros elementos químicos.


Quais os riscos que os metais pesados apresentam?


É importante salientar, que a contaminação por metais pesados ocorre principalmente devido ao descarte incorreto de resíduos contendo esses metais, tanto por parte das indústrias quanto por parte do lixo urbano com o descarte inadequado de pilhas, baterias de celular ou carro, eletrônicos e lâmpadas, o que é um grande problema uma vez que esses metais são tóxicos e perigosos à saúde humana e também à outros organismos vivos. Com a contaminação de rios e solos, os organismos presentes nestes recursos naturais também são contaminados, incluindo os peixes dos quais nos alimentamos.

Rio Paraopeba(Minas Gerais) foi contaminado por metais pesados


Além disso, o uso de fertilizantes e agrotóxicos ilegais ou o uso de agrotóxicos ultrapassando o limite tolerável estipulado pela legislação nas produções agrícolas, são grandes responsáveis pela contaminação dos alimentos que chegam às nossas mesas e também do solo e do ar já que possuem metais pesados em suas composições, tais como Arsênio (As), Cádmio (Cd), Mercúrio (Hg) e Chumbo (Pb).


No organismo humano, a contaminação por metais pesados causam graves efeitos. O Cádmio, por exemplo, além de atingir órgãos vitais como os rins e pulmões, é cancerígeno, assim como o Arsênio e o Cromo que também causa bronquite (asma). O Mercúrio por sua vez atinge o sistema digestivo, reprodutor e neurológico, além de causar corrosão na pele e outros sintomas gravíssimos e irreversíveis em alguns casos. O Chumbo pode causar lesões renal e cerebral, náuseas, tremores e fraquezas.

Os metais pesados podem causar diversos danos ao organismo


Como são determinados?


A determinação dos metais pesados é realizada por métodos espectrofotométricos:

  • ICP - OES (ESPECTROMETRIA DE EMISSÃO ÓPTICA COM PLASMA): De início, a amostra a ser analisada precisa passar pelo processo de digestão a fim de remover componentes orgânicos. Em seguida, a técnica é aplicada e consiste na excitação dos átomos através de um plasma quente. Esses átomos se excitam até emitirem o comprimento de onda específico e característico de um elemento.

  • ICP - MS (ESPECTROMETRIA DE MASSA COM PLASMA ACOPLADO INDUTIVAMENTE): Nesta técnica o plasma é utilizado com o intuito de gerar íons dos traços dos metais. Dessa forma, os íons produzidos no plasma são transportados e separados por sua massa atômica com o auxílio de um espectro de massa.

Em suma dos fatos mencionados e sabendo quanto os metais pesados são prejudiciais à saúde pública e à de inúmeros organismos vivos, é preciso se conscientizar quanto ao descarte de materiais que contenham em sua composição esses elementos químicos.


Ademais, na Atom Jr., realizamos serviços de caracterização e síntese de metais pesados afim de auxiliar sua empresa na escolha do melhor material para seu produto. Entre em contato com a gente para mais informações!
0 visualização

Atom Jr.

  • Ícone cinza LinkedIn
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon